“Para os seus verdadeiros torcedores, o que vale é o caráter superior que inspirou a sua fundação e que está presente na alma de cada banguense.”

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mais uma inquestionável vitória do Bangu, o credenciava para a disputa da grande final do Campeonato Carioca de 1966

Aconteceu há 51 anos: Bangu 3 x 1 Fluminense; Uma exibição quase perfeita e o passaporte para a final.

Por obra desses mistérios que sempre assombraram o futebol carioca, o Flamengo havia jogado pela penúltima rodada o “clássico” contra o América, na sexta feira, 9 de dezembro. Depois de dois empates em 1 x 1 contra Fluminense e Botafogo e de ter entregue a liderança ao Bangu, os rubro negros venceram a equipe da Rua Campos Sales pelo magro placar de 1 x 0 (gol de Silva, o Batuta), numa sexta feira em que mais de trinta mil fanáticos flamenguista ocuparam pouco mais da quarta parte do Maracanã.

Diante da vitória rubro negra, o Bangu via-se na obrigação de vencer o Fluminense no “clássico” de Domingo, para não perder a vantagem de jogar pelo empate, que poderia ter no jogo final contra o Flamengo. Alfredo Gonzáles sabia da superioridade do seu time em relação ao tricolor, que, com a vitória do Flamengo, já não tinha mais possibilidade matemática de chegar ao título. Mas o argentino não queria em campo um time jogando pelo empate, queria a vitória, resultado que daria autoridade ao seu time para enfrentar os rubro negros na final. Fidélis, recuperado da lesão sofrida no jogo contra o América, que o deixara fora da partida contra no Vasco, estava de volta ao time e isso deixava Gonzáles mais tranqüilo.

Matériia do Jornal Última Hora - Edição Vespertina de 10/12/1966 - Caderno de Esportes
Enfim, chegou o domingo, 11 de dezembro de 1966. Acordei com certa indisposição e com péssimo humor (estava com problemas com as minhas notas em História e Matemática na Escola Técnica Nacional, o que fatalmente me levaria à “dependência” dessas matérias no ano letivo seguinte). Também a derrota para o mesmo Fluminense no último jogo de 1965, que nos tirou o título, me deixava apreensivo com o jogo. Para completar meu infortúnio nesse domingo quente e abafado, perdi o trem que me faria chegar à estação “Derby Club” antes do início da partida. Nessa época eu morava em Campo Grande, e a composição seguinte só chegaria dentro de mais uma hora. A espera foi angustiante até a chegada do trem; ainda estava entre a Vila Militar e Deodoro, quando pelo “radinho de pilha” ouvi, o início da partida na voz do flamenguista Jorge Curi.

Fotos do Jornal Última Hora - Edição Matutina de 11/12/1966 - Caderno de Esportes

Cheguei ao Estádio quase ao final do primeiro tempo e por sorte, o Maracanã, nesse dia, recebeu somente cerca de 23 mil espectadores, o que me facilitou a compra do ingresso e a entrada para a arquibancada superior. 

Fotos do Jornal Última Hora - Edição Matutina de 11/12/1966 - Caderno de Esportes

Matéria de Geraldo Escobar para o Jornal Última Hora - Edição Matutina de 11/12/1966 - Caderno de Esportes

O gol de Paulo Borges, o primeiro do jogo, ouvi ainda no trem, mas os de Aladim e Jaime eu tive o prazer de assistir lá do último degrau das arquibancadas, onde já soprava uma brisa mais fresca. Valeu o sacrifício para assistir a um belo segundo tempo, com magníficas atuações de Cabralzinho e Paulo Borges. O Bangu venceu por 3 x 1 com uma exibição quase perfeita do time; tivesse evitado o gol de Gilson Nunes e Cabral marcado o quarto gol, teria sido tudo perfeito. Essa vitória trouxe-me de volta o bom humor e a viagem de retorno foi mais alegre, afinal após as perdas de 64 e 65, o Bangu iria disputar mais uma final. 

Matéria do Jornal Última Hora - Edição Matutina de 11/12/1966 - Caderno de Esportes

O Bangu venceu com Ubirajara, Fidélis, Mário Tito, Luís Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Cabralzinho, Ladeira e Aladim. o Técnico foi o argentino Alfredo González. 

Matéria de Jacinto de Thormes para o Jornal Última Hora - Edição Matutina de 12/12/1966 - Caderno de Esportes
Coluna do João Saldanha para o Jornal Éltima Hora - Edição Matutina de 2/12/1966 - Caderno de Esportes
Ilustração do Jornal Última Hora - Edição Matutina de 12/12/1966 - Caderno de Esportes

Fontes: Bangu.NET (o mais completo portal sobre o Bangu Atlético Clube) / Arquivo público do estado de São Paulo / Meus registros pessoais. 

Nota de Créditos: As fotografias do jornal Última Hora, de cuja edição extraímos essas imagens, são de autoria dos fotógrafos Sebastião

Nenhum comentário:

Postar um comentário